Desabafos de um Colecionador || Camila Paoli e Sua coleção de Barbies

Escrito por Miaka J. S. Freitas - sábado, dezembro 05, 2015

Oi queridos leitores. Como eu disse, teríamos uma sessão nova mais interativa aqui no blog. E essa coluna é feita por vocês, leitores colecionadores. Os primeiros participantes são convidados e voluntários de vários grupos que eu participo.

No grupo Bonequeiros, do facebook, conhecia a Camila Paoli que é apaixonada por bonecas, principalmente as Barbies e achei bem interessante o fato dela e o seu marido resgatarem e reformarem brinquedos que estavam no lixo.  Ela tem uma coleção de bonecas, pelúcias e outras miniaturas, tudo retirado de um lixo e uma condição lamentável e depois de um pouco de cuidado, atenção e amor, eles parecem novos!

É incrível como tem muita gente que descarta brinquedos em bom estado ao inves de doarem para alguém ou alguma instituição. Sei que pelo país afora tem muita gente que sabe reformar brinquedos e muitas crianças que tem vontade de ter e os pais não tem condição de realizar o desejo simples delas. E o que a Camila faz de resgatar o que pra muitos era lixo inútil já e transformar novamente em peças lindas e cobiçadas lembra o que existia antigamente na minha cidade, chamava de Hospital dos Brinquedos e era um lugar que você poderia levar seu brinquedo pra reparo etc, escuto muita essa história da minha mãe... Mas isso se perdeu. Eu sei que eu pego muita coisinha que seria lixo pra várias pessoas e transformo e sei como é se sentir uma artesã por fazer esse tipo de trabalho. Agora ficam com o "desabafo" da Camila:   

Vou começar me apresentando direito, meu nome é Camila Paoli e tenho 35 anos. Sou casada, tenho um filho de 14 anos, morei a vida toda em São Paulo, moro em Bertioga há 8 anos. Desde pequena amava brinquedos, mas meus pais não tinham dinheiro para comprar. Tinha cinco irmãos, mas um faleceu aos 18 anos, ele também amava brinquedos, programas infantis e coisas de criança.

Quando eu fiz 10 anos, minha mãe disse que eu poderia escolher uma Barbie, quase tive um colapso, então aquela noite nem dormi, esperando amanhecer. Quando cheguei na loja, havia um corredor repleto de Barbies, e a minha dúvida era qual escolher, escolhi a Barbie médica e veio cheia de acessórios, amei ela, e claro chorei horas beijando e nem acreditando que era minha mesmo, parecia um sonho! Passou mais uns meses e ganhei o Ken,enfim minha família estava completa na minha cabeça, brinquei tanto com eles, as minhas tardes eram tão feliz e sempre que ganho ou acho uma Barbie, me vem aquela mesma euforia, alegria e um monte de sentimentos bons que senti naquela manhã, naquele corredor, daquela loja cheia de Barbies. É uma sensação indescritível.

Hoje em dia, quem me presenteia com bonecas e brinquedos é meu marido, e quando ele resgata do lixo uma Barbie, fico feliz e ao mesmo tempo triste, elas chegam tão sujas, com o cabelo todo embaraçado, sem pernas, mordidas. Aí lembro que eu tive apenas uma e zelava como minha vida, penso que alguns valores estão se perdendo, que algumas crianças estão perdendo o encanto que as bonecas nos causou anos atrás, que muitas lembranças da infância elas não terão.
Muitas vezes sou criticada pelo meu amor por brinquedo, meus irmãos e parentes também acham que eu sou estranha, dizem que tenho síndrome de Peter Pan e falam "acorda Alice", mas e daí se vivo no país das maravilha?E daí optar por não ser um adulto fingindo ser cheio de compromisso, chato e ditador de regras? Não quero isso pra mim nem para meu filho, por isso proporciono a ele, coisas de criança, brincadeiras, programas e principalmente magia, porque para mim quem não sonha e imagina, nem vive, tenta sobreviver cada dia!
Vou postar foto do Ken e do esporte total club da Barbie, esse club comprei há uns 3 anos,e também tem uma longa história... Minha Barbie perdi em uma das muitas mudanças que fiz de casa, sinto tanto por isso, mas a gente não pode voltar no tempo, nem ter total controle de tudo.Em outro post pretendo falar sobre os meu Sylvanian Families e minhas outras coleções, e também do resgate de brinquedos no lixão, que é precário!
Qualquer pessoa em sã consciência não entrava lá, mas é por uma causa nobre sempre, as vezes me imagino no desenho do Toy Story quando os brinquedos são jogados em uma pilha de lixo, é igualzinho o lixão daqui, mas muito mais lixo e muito mais difícil de respirar... Infelizmente!!!!!!
O que acharam da nossa primeira convidada? Espero que venha muito mais "desabafos" dela! Adorei a história e motivações dela e curiosa para saber das outras coleções citadas!

E você? Tem alguma coleção e quer contar para gente? Envie um e-mail na sessão"fale conosco" com sua história e entro em contato. Sua história e suas fotos podem aparecer aqui na coluna também! 

  • Compartilhe:

Você poderá gostar também

1 recados

  1. Amei seu blog,muito obrigada por colocar meu relato,muito obrigada de coração bjs!!!!!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para o crescimento, amadurecimento e manter a qualidade do blog.
Todos os comentários serão respondidos, então marque as notificações!
Deixe seu link no comentário, terei o prazer de retribuir a visita.
Segui. Segue de volta? Se eu gostar, seguirei com prazer!
Beijinhos da Miaka-chan =*