Fábulas || Crescemos escutando-as e ainda gostamos

Escrito por Miaka J. S. Freitas - quarta-feira, outubro 07, 2015

Uma coisa é certa, crescemos escutando fábulas e contos de fadas, pelo bem ou pelo mal, isso forma nosso caráter. É mais natural que meninas cresçam escutando mais os contos que os meninos, já que isso molda-as para esperar seu príncipe encantado e as vezes até ilude para ter o final feliz, talvez isso seja o motivo para ter tanta coroa iludida e solteirona por ai. Mas não vamos entrar nesse mérito psicológico dos contos de fadas.

É notório que uma hora crescemos. Crescemos, amadurecemos e as meninas esquecem as bonecas e os meninos esquecem os carrinhos. Mas uma coisa um bom nerd já deve ter notado: as fábulas não nos deixaram. Só evoluíram de forma.

O que eu estou vos dizendo? Simples. Mesmo crescendo, ainda consumimos fábulas e contos de fadas, talvez não tão encantadores como na infância, mas ainda sim fábulas. Como o sucesso de Grimm, Once Upon a Time e outros títulos que tem como enredo os famigerados contos de fadas. E além disso, também está presente em livros, filmes, quadrinhos etc.

Não irei citar (ainda), as séries com essa temática, pois ainda não peguei as mesmas para assistir a fundo e não vou falar do que não sei, então ficará para uma promessa próxima de uma parte dois. Hoje os assuntos que abordarei aqui de fábulas ainda começará com minha humilde parte criança meiga e talvez retardada que nunca deixei de lado e então ir para a parte agora a porra ficou  séria.

Ever After High

Não vamos se deixar enganar, eu sou uma menina. E ainda uma menina que adora bonecas, princesas, contos de fadas e coisas fofas (mesmo que as vezes o que é fofo para mim é horripilante para todo o resto da humanidade). O desenho é infantil, mas tem agradado muitas marmajonas por ai, com direito a fazer coleções de bone... quer dizer, bonecos colecionáveis articuláveis da série animada.

O que é encantador na obra que atrai muitas mulheres adultas a assistirem com suas filhas (ou até mesmo sozinha, como eu), é que é uma reformulação dos contos de fadas, onde junta todas as histórias conhecidas em um só lugar. E com o ingrediente extra: é os filhos dos famosos personagens que crescemos gostando da história. Ou seja, você verá aventuras da filha da branca de neve e rainha má, da rapunzel, da chapeuzinha vermelho (com, Pasmem! O lobo mau). E além disso tudo, estão destinados a ocuparem o lugar dos pais em seus contos de fadas para manter viva a história.

E já deu para perceber que essa história de ter um destino traçado já não daria certo? Pois bem, os filhos dos contos de fadas estão dividos entre Royals e Rebels. Os Royals são aqueles que querem honrar seu compromisso, assumindo o papel dos pais e aceitando seu destino. Os Rebels são aqueles que querem trilhar sua própria história.

O desenho, apesar de ser episódios curtos e de trama fácil de ser entendida, pois é destinada para crianças, carrega uma trama de dois lados disputando para vencer, com objetivos e causa, lembrando vagamente outras obras adultas e ensinando os menores sobre algumas coisas em entrelinhas. Além disso apresenta fotografias lindas, mundos paralelos reformulados, mas que já conhecemos (como o mundo do País das Maravilhas, mostrado em um dos especiais). Além disso também há pequenos quebra-cabeças para resolver entre os próprios personagens e as más.

Não é a toa que está fazendo maior sucesso entre a criançada e os adultos, contendo livros e outros produtos relacionados, como bonecas e playsets. E porque digo que encanta muito mais adultos? Pelo tamanho de perfis, blogs, canais no youtube de adultos que compram as bonecas para reviews, ensaios de fotografia etc. Movimenta um super mercado de colecionadores de bonecas, customizadores. Quem sabe um dia eu fale de colecionáveis aqui e digo mais sobre esse mercado carissímo (que nem eu teria coragem para dá 700 reais em uma boneca).

Descendentes

Lógico que a rainha dos contos de fadas não poderia ficar de fora. Claro que estou falando da DISNEY.

Ah, você deve ter pensado que a disney era a criadora por trás do fabuloso sucesso de Ever After High?! Poxa, errou feio. Mas não fica triste, porque eu também pensei o mesmo quando vi de relance as EAH. Acontece que a EAH é criação da Mattel, a mesma que faz Barbie e as famigeradas Monster High.

  Já perceberam que a disney perdeu muito deste do surgimento de OUAT. E perdeu mais ainda com o desenho EAH. Com muito tempo perdido, a Disney resolveu não perder mais e começou a fazer live action de seus sucessos pro cinema, como aconteceu com Malevola. Mas nem isso seria capaz de conquistar o publico juvenil que poderia está devorando seus produtos. Então ela criou o filme Descendentes.

A temática é bem parecida com a EAH: Uma escola para os principes e princesas dos contos de fadas da Disney. Sim, a mesma foi bem especifica: meus contos de fadas!

A escola foi fundada pela Bela e a Fera e o filho deles, sempre benevolente, resolveu chamar os filhos dos vilões da Disney para estudar e aprender com eles e vê se muda o seu jeito, afinal, eles não precisam ser maus como os pais. Os vilões estão todos exilados em uma ilha, daonde não poderão sair. Mas a exceção foi feita para os filhos da Rainha Má, Malevola, Cruela Devil e Jafar. E assim conhecemos a Evie, Mal, Carlos e Jay, filhos dos vilões citados anteriormente e respectivamente. Ah, mas é logico  que eles não iriam para uma escola do bem só por querer mudar, há todo um plano malevico por trás para libertarem seus pais e o mal triunfar sobre o bem.

Nesse filme fica claro as ações do mal sobre o bem, enganar, trapacear, trair companheiros... E ainda ficou em aberto uma continuação para o filme. Lógico que a Disney não é boba, criou toda uma linha de bonecos para vender até que a continuação estiver pronta. Infelizmente preferia se fosse feito no mecanismo de séries da disney e não apenas um filmes. Sabe-se lá quando virá o próximo. Mas para os fãs, terá uma série de animação em breve, confira o trailer abaixo:

A ESCOLA DO BEM E DO MAL

Agora para uma pegada um pouco mais madura das fábulas. O autor Soman Chainani criou um novo universo na base do que já conquista as crianças deste de suas primeiras aventuras literárias. Aqui os contos de fadas são graduados antes de viverem suas próprias histórias. E para terem sucesso em suas histórias no meio da floresta encantada, onde tudo é registrado por uma caneta mágica, eles precisam aprender a serem bons ou maus, dependendo para qual escola foram destinados.

Além dos filhos de ogros, bruxas famosas ou nem tanto assim, princesas e príncipes, também temos os leitores. A cada 4 anos, duas crianças somem de um vilarejo que vive além da floresta encantada. As crianças que somem sempre tem característica em comum: uma é linda e bondosa e a outra é feia e mal criada. E o destino, todos começaram a desconfiar: A Escola do Bem e do Mal, para depois só serem revistos nos livros infantis que a livraria vende para as crianças.

Nessa trilogia (que ainda só tive oportunidade de ler o primeiro volume), a história que acompanhamos é das amigas Agatha e Sophia, que pensam estarem trocadas de escola e só querem voltar para casa.

Adoro o jeito que o autor deu modernizando o conto de fadas. Os nomes das matérias são bem criativas e mostra o quanto o autor quis aproximar seu livro com o que conhecemos dos contos de fadas. Cada inicio de capitulo há uma ilustração que mostra muito bem a cena mais marcante de cada fragmento, o que chama ainda mais a atenção ao capricho pensado para a narrativa.
Sobre esse livro, já temos uma resenha completa aqui no blog, podendo ser vista clicando aqui.

******************************************

Na próxima matéria com certeza englobarei mais obras e as séries televisivas. Deixem nos comentários mais sugestões de obras nessa temática, para sempre estarmos nos atualizando com as novas adaptações dos famigerados contos de fadas que embalaram nossa infância e que ainda nos acompanha mesmo crescendo.


  • Compartilhe:

Você poderá gostar também

0 recados

Seu comentário é muito importante para o crescimento, amadurecimento e manter a qualidade do blog.
Todos os comentários serão respondidos, então marque as notificações!
Deixe seu link no comentário, terei o prazer de retribuir a visita.
Segui. Segue de volta? Se eu gostar, seguirei com prazer!
Beijinhos da Miaka-chan =*