Parasyte || Release e Notas sobre o anime

Escrito por Miaka J. S. Freitas - domingo, outubro 18, 2015


A invasão começou: Parasyte chegou às bancas brasileiras!

O mangá, escrito por Hitoshi Iwaaki, foi publicado no Japão originalmente de 1988 a 1995 na revista seinen (para público adulto) Afternoon (a mesma de Eden Genshiken), e foi compilado em 10 volumes. Na época, a obra também foi um grande sucesso de crítica, vencendo prêmios de Melhor Mangá pelo Kodansha Manga Awards em 1993, e pelo Seiun Awards em 1996 (premiação japonesa para obras de ficção científica).
Mesmo com todas esses prêmios, Parasyte nunca havia sido adaptado levado a outras mídias até 2014, quando saiu o animê de 24 episódios Parasyte – the maxim, pelo estúdio Madhouse (Hunter x Hunter). Essa série animada é sucesso absoluto de público aqui no Brasil (transmitido pelo Crunchyroll), além da adaptação para cinema, em 2 filmes dirigidos por Takashi Yamazaki (mesmo diretor da adaptação cinematográfica de Zero Eterno, que também foi publicado pela JBC).

A História
O mangá tem início quando criaturas parasitas desconhecidas começam a surgir por toda a parte, tomando controle do corpo de pessoas comuns através do cérebro e se alimentando de outros seres humanos. Uma dessas criaturas tenta invadir o corpo de Shinichi Izumi, um jovem de 17 anos, mas, ao não conseguir entrar pela cabeça, tenta usar a mão direita dele, mas é impedido de avançar mais, tomando apenas essa parte de seu corpo.
Agora, Shinichi e a criatura-parasita que adota casualmente o nome de Miggy (baseando-se na palavra japonesa para “direita”,migi), se tornam uma existência simbiótica, e são visados por outros desses seres, por serem considerados diferentes e estranhos.

Parasyte foi lançado no Brasil em setembro, durante a Bienal do Rio de Janeiro. O mangá é completo em 10 volumes, e já está nas bancas brasileiras em um formato de 13,5 x 20,5 cm, papel offset, média de 230 páginas, com distribuição setorizada, periodicidade mensal e ao valor de R$ 16,90.

Fonte: Release JBC 
Nota da Miaka: 
Adorei o anime! 
Sério, pensei que eu não iria gostar do animê, já que ultimamente estou achando as coisas todas bem tocas, sem conseguir realmente prender minha atenção em animes... Para quem convive bem próximo de mim sabe o quanto fazia tempo que não assistia um anime, principalmente algum recente. Mas Parasyte comecei pela curiosidade do anuncio e totalmente despretensiosa e gostei do que me foi apresentado. Dizeram-me que o anime é bem fiel ao mangá, o que dá vontade de ler agora os quadrinhos. Com certeza, pelo que conheci do anime, eu recomendo! 

  • Compartilhe:

Você poderá gostar também

0 recados

Seu comentário é muito importante para o crescimento, amadurecimento e manter a qualidade do blog.
Todos os comentários serão respondidos, então marque as notificações!
Deixe seu link no comentário, terei o prazer de retribuir a visita.
Segui. Segue de volta? Se eu gostar, seguirei com prazer!
Beijinhos da Miaka-chan =*