Lançamento | Birman Flint e O Mistério da Pérola Negra | Nova Parceria

Escrito por Miaka J. S. Freitas - quarta-feira, dezembro 09, 2015

Em meu e-mail chegou as informações de um livro de estréia do psicanalista Sérgio Rossoni. Seu livro é juvenil, do gênero de literatura fantástica e é uma obra publicada pela Chiado Editora. 

Em um release enviado pela assessoria, conhecemos um pouco mais sobre a obra e suas referências. Decidi deixar o texto na integra, pois é bastante informativo a cerca do universo e proposta do autor! 
Birman Flint e o Mistério da Pérola NegraSérgio Rossoni
Chiado Editora
383 páginas
R$38,00

Rossoni cria um universo fantástico animalesco protagonizado pelo gato Birman Flint, astuto repórter do Diário do Felino que investiga, ao lado de seu parceiro, Bazzou, um carismático e inteligente, rato, o misterioso assassinato de outro roedor: Karpof Mundongovich. A intensa investigação acerca do crime conta com a contribuição de animais de várias espécies, como o galo detetive Galileu Ponterroaux, o esquilo comissário Esquilovski, embaixador da cidade de Rudânia, o gato Splendorf Gatalho e o pato acadêmico Patovinsky Fabergerisky. Juntos, eles ajudam Flint a elucidar este caso. Os rastros encontrados por Birman Flint e seu companheiro, Bazzou, são imprecisos e instigam a dupla a intensificar a busca por mais pistas. Os repórteres se veem às voltas com um mistério que envolve a família Ronromanovich, fundadora da dinastia da Rudânia, objetos misteriosos, que estão na mira do suspeito roedor Maquiavel Ratatusk e Gosferatus (membro de uma inescrupulosa seita) e um antigo duelo entre dois clãs narrado no diário de um antepassado de ascendência Ronromanovich. Como relacionar todos os elementos ao enigmático assassinato de Karpof Mundongovich? Com enredo misterioso e ágil, o livro apresenta aos leitores um mundo animal muito semelhante ao dos homens. Permeado por conflitos, traições, conspirações e muita aventura, o cenário complexo e enigmático de Birman Flint e o Mistério da Pérola Negra prende e envolve o leitor na ânsia pela resolução do mistério. ReferênciasAo desenvolver a trama, Sérgio Rossoni usou como base a cultura russa para a criação da estrutura da história, personagens e fatos históricos. Tal escolha deve-se ao fato de que Rossoni sempre se sentiu atraído pelo assassinato da família Romanov bem como pela arquitetura russa e por Rasputin, um dos personagens mais enigmáticos e espantosos do período que antecedeu a Revolução Russa de 1917. Em Birman Flint, a livre inspiração em Rasputin, se faz presente no personagem Gosferatus, inspirado na casa Romanov, segunda e última dinastia imperial que governou a Moscóvia e o Império Russo por oito gerações, entre 1613 e 1762.

É uma honra poder dizer que esse livro será em breve resenhado aqui no Um Sofá À Lareira, em 2016. Já criei uma grande expectativa sobre a história e espero que ela seja alimentada e até saciada quando o livro chegar! 

  • Compartilhe:

Você poderá gostar também

0 recados

Seu comentário é muito importante para o crescimento, amadurecimento e manter a qualidade do blog.
Todos os comentários serão respondidos, então marque as notificações!
Deixe seu link no comentário, terei o prazer de retribuir a visita.
Segui. Segue de volta? Se eu gostar, seguirei com prazer!
Beijinhos da Miaka-chan =*