Maki || Resenha

Escrito por Miaka J. S. Freitas - segunda-feira, novembro 02, 2015

Faz tempo que não me empolgo com um grupo de quadrinistas! Só meus velhos conhecidos me bastava... Só que hoje descobri que não! E de quebra virei fã do pessoal do Lobo Limão

Descobri eles por acaso, marocando quadrinhos nacionais na internet. Achei interessante, entrei em contato pois queria divulgá-los na Coluna Selo Tupiniquim (podem ver a matéria nesse link). E depois de alguns meses postado, qual minha surpresa de ter o privilégio de ler duas obras que eles publicaram? Recebi os dois bebês lindos em casa e logo me apaixonei por pequenos detalhes, que fazem toda a diferença. Fiz até um vídeo comentando sobre eles no canal!

Agora chegou a hora do veredicto. É o momento de dizer tudo que achei sobre Maki. E eu não vou apenas dizer que quero a continuação.

Como já disse em outra oportunidade, eu adorei o trabalho gráfico apresentado, uma jaqueta protetora, toda trabalhada, e uma capa em preto e branco.

O conteúdo é singular, foi desenhado e pensado em três. A história é dividida em três e cada qual tem seus traços, estilos e peculiaridades. São três pontos de vista numa mesma história central, com personagens principais diferentes.
Maki me lembrou Dr Slump com um humor acentuado e o primeiro estilo de desenho também remete logo ao estilo do mangá de Akira Toriyama. Dr Slump, apesar de eu não ter tido oportunidade de ter a coleção completa dos volumes lançados pela Conrad e nem o título foi feliz em ser lançado completo no Brasil, ele é uma das minhas obras prediletas do gênero. E é uma particularidade que alguns autores tenta copiar, mas não obtém êxito. 

Não digo isso insinuando que Maki possa ser uma cópia de Dr Slump, mas é claro que há uma homenagem ao estilo e humor característico da obra de Akira. Mas as semelhanças acabam nessa pequena homenagem.


A obra é cômica, mas apresenta ação e reflexão também e tudo em doses na medida certa!

Após a história, também há páginas explicando o processo de criação. Particularmente, amo ler esses making-off sempre que é disponibilizado na obra, pois mostra que nada ali é feito por acaso.

Recomendo a todo o público, deste que seja um amante de histórias em quadrinhos, e já vou eleger ele como o melhor quadrinho lido em 2015, porque sim! 

  • Compartilhe:

Você poderá gostar também

0 recados

Seu comentário é muito importante para o crescimento, amadurecimento e manter a qualidade do blog.
Todos os comentários serão respondidos, então marque as notificações!
Deixe seu link no comentário, terei o prazer de retribuir a visita.
Segui. Segue de volta? Se eu gostar, seguirei com prazer!
Beijinhos da Miaka-chan =*