Entrevista com Eriko Everson, organizador do Premio Literário de Poesia

Escrito por Miaka J. S. Freitas - terça-feira, fevereiro 19, 2013



Prêmio Literário de Poesia Correio De Bairro.

Hoje o “Um Sofá À Lareira” traz mais um convidado. Entrevistamos o Eriko Everson, organizador e idealizador do 1º Concurso de Poesias do Correio de Bairro. Fundador do Correio de Bairro há seis meses, já organizou outro concurso e agora trouxe mais um diferencial sobre concursos em São Luis, porem de abrangência nacional. Isso que é ter uma idéia grande. Ele vem hoje contar um pouquinho sobre esse projeto.


Um Sofá à Lareira: Eriko, como surgiu essa idéia para um concurso de poesias, sediado pelo Correio de Bairro?

Eriko: Criei o Correio de Bairro como uma arma em prol da sociedade. E Correio de Bairro em seus seis meses de vida está bem conhecido nacionalmente. A idéia do concurso de poesia nasceu da necessidade de ter uma ação nacional, já que as ações do Correio de Bairro eram apenas em São Luis.

Um Sofá à Lareira: Como foi a escolha da obra, no caso poemas, para serem avaliados?

Eriko: Nosso país é carente de concursos e por meio deles que nascem novos artistas. Em especial São Luis que praticamente não existe concursos literários, acredito que pelo poder do Correio de Bairro faça nascerem com força total os concursos pelo menos na nossa cidade.

Um Sofá à Lareira: É uma idéia forte. Então, Eriko, como você vê o mercado para autores no país, especialmente para quem escreve apenas poesias? A era Carlos Drummond não pendurou muito em publicar livros de APENAS poesias no país.

Eriko: Um mágico que só faz apenas uma mágica não e um mágico. Um verdadeiro escritor tem que fazer contos, novelas, poemas etc.

Um Sofá à Lareira: Como serão os critérios de avaliação?

Eriko: Será considerada a criatividade, adequação do tema escolhido do autor, a estruturação do gênero definido, o grau da poetização, caracterização fundamentalmente pelo ritmo, sonoridade e outros recursos intrínsecos a criação literária, o emprego de normas gramaticais de acordo com a língua escrita, clareza no desenvolvimento de idéias.

Um Sofá à Lareira: Como foi essa decisão de estender o concurso a todo o país e ter um prazo tão longo para submissão de obras?

Eriko: Se o concurso fosse a nível local, teríamos pouquíssimos participantes. Até agora tem 25 participantes de todo o Brasil e apenas um do Maranhão. Queremos o maior numero de participantes, por esse motivo o concurso é aberto para todo o país. Alias, o prazo do concurso está seguindo o padrão internacional de concursos literários.

Um Sofá à Lareira: Já organizou outros tipos de concurso, como define sua experiência?

Eriko: No inicio de janeiro desse ano, organizei o Concurso de Ilustração YUME. No inicio do concurso tinha poucas pessoas participando, no decorrer do dia, o numero começou a crescer e teve mais de 100 participantes. Gostei muito da experiência, o concurso de desenho me deu força e motivação para criar o concurso de poesia.

Um Sofá à Lareira: E de acordo com esse primeiro concurso de poemas, como está sendo sua experiência? E quais são suas expectativas?

Eriko: Só irei falar sobre experiência quando o concurso termina (risos). Espero que tenha mais de 100 participantes e as editoras sejam motivadas com o sucesso do concurso, para que comecem a realizar seus próprios concursos, através dos concursos novos escritores serão revelados.

Um Sofá à Lareira: O concurso esta sendo ofertado pelo Correio de Bairro, que é outro projeto seu com colaboração do publico, como surgiu essa idéia do projeto social?

Eriko: Faça a diferença na sua casa, no seu bairro, faça a diferença na sua cidade, enfim todos nós podemos fazer a diferença. Acreditando nisso criei o Correio de Bairro já tem 600 fãs no facebook e 6 mil seguidores no twitter. Agradeço a todos que estão nos seguindo nas redes sociais.

Um Sofá à Lareira: Quer deixar algum recado para os leitores do “Um Sofá À Lareira”?

Eriko: Agradeço pela entrevista. Você que é jovem escritor, quer se destacar? Mostre coisas novas, só assim será reconhecido.


Lembrando que o Concurso de Poesia é de submissão por e-mail apenas. O prazo de submissão de obra é até 31 de Agosto pelo e-mail. Só é permitido um poema por autor. Mais detalhes na página do facebook (https://www.facebook.com/events/471499746244210/) e pelo e-mail (erikoeverson@gmail.com) com o assunto “1º Concurso de Poesia do Correio de Bairro”.







Visitem também:

  • Compartilhe:

Você poderá gostar também

2 recados

  1. Olá para todos.
    Achei muito interessante a entrevista e a ideia lançada pelo Eriko tanto o concurso de poesia, assim como o Correio de Bairro. Embora eu seja de São Paulo capital, concordo plenamente com a parte em que o entrevistado cita que todos podemos fazer a diferença,seja em casa, no bairro, enfim para tal basta se mobilizar. Estou pensando seriamente em procurar conhecidos e convida-los a se mobilizarem em prol de nosso bairro e arredores, quem sabe não se torne "uma corrente do bem" levando informação, ajuda, recursos, chamando a atenção para o que realmente precisamos para o bairro como tem sido mostrado. Fico muito grato pela oportunidade. Espero que muitos outros projetos como este sejam promovidos e praticados...Forte abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, fico feliz que podemos sim fazer uma corrente de bem e incentivar outras pessoas para fazerem projetos sociais. Gosta de projetos sociais, conheça o clube do livro MA, queremos ainda em 2013 patrocínio de editoras e livrarias para oferecer oficinas e eventos na nossa cidade.
      Sempre é bom incentivar a leitura para um país melhor.
      http://maclubedolivro.blogspot.com.br

      Beijos e volte sempre!

      Excluir

Seu comentário é muito importante para o crescimento, amadurecimento e manter a qualidade do blog.
Todos os comentários serão respondidos, então marque as notificações!
Deixe seu link no comentário, terei o prazer de retribuir a visita.
Segui. Segue de volta? Se eu gostar, seguirei com prazer!
Beijinhos da Miaka-chan =*